Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

30
Jul10

"Tão fundo", um poema da Maria Corgas

Patrícia
Não me punas por arder tão dentro

Por queimar tão fundo

Por te querer tão perto

Tão lenha do meu sentimento

Tão fogo deste meu mundo

Não me punas por te desejar tão dentro

Por te ansiar tão fundo

Deste coração deserto

in "Caldeirão de Memórias", de Maria corgas

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.