Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

20
Jan19

Quem lê como nós

Patrícia

As "pessoas dos livros" gostam de falar. Muito. Especialmente sobre livros.

Eu sou, também, uma pessoa dos livros. E também gosto muito de falar (bem, já gostei mais mas isso é outra história, talvez um dia fale sobre isso).

Com esta brincadeira dos blogs (e se eu for lá atrás, ao meu primeiro blog, percebo que já ando nisto desde 2006), mesmo sendo esquiva e quase anónima, fiz imensos amigos. Tudo começou com o convite do Nuno para ir à Roda dos Livros, um grupo de leitores. A Roda dos livros e a Biblioteca onde nos encontramos tornou-se uma espécie de segunda casa onda me encontro comigo e com outros iguais a mim. Mais do que um encontro de leitores é um encontro de amigos.

Durante algum tempo juntei-me a um outro grupo de leitores, a Comunidade Leya ou Leya em grupo, em que aprendi imenso. Pela primeira vez tive leituras obrigatórias e não me dei mal. Tive oportunidade de conhecer escritores e de, tal como na Roda, aprender com quem sabe bem mais do que eu desta coisa chamada "Livro". Li livros que nunca teria lido de outra forma e senti-me pequenina ao perceber o quão pouco conheço da Literatura Portuguesa. Este grupo acabou mas ainda sinto saudades daquelas noites na Buchholz.

2019 começou e surgiu a oportunidade de passar uma tarde de chuva com um outro grupo de leitores. Pessoas dos blogs e dos canais que se juntam, com chá, risos e livros, para uma tarde de conversa e partilha. À Elisa, à Maria João, à João, à Vera, à Cristina, à Cris, à Isa e à Dora resta-me agradecer o terem-me recebido tão bem e terem partilhado comigo o seu tempo e os seus livros.

Se sinto que ler faz bem porque me permite fugir para outros mundos, fazer parte destes grupos é importante para a minha sanidade mental especialmente porque percebo que não sou tão alienígena como tantas vezes pareço. São horas de paz, de partilha e de aprendizagem. Não é, para mim, uma questão de aumentar a lista de livros a ler. É acima de tudo, ter a oportunidade de ouvir outras opiniões, outros pontos de vista. É ouvir o porquê de alguém ter pegado e gostado de um livros de que eu fujo a sete pés. É explicar aos outros porque um livro, um personagem me marcou tanto. E todas as pessoas dos livros sabem que este tipo de conversa só se pode ter com quem lê como nós.

Screen Shot 2019-01-20 at 10.17.02.png

 

 

2 comentários

Comentar post