Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

24
Mar17

O Velho e o Gato, de Nils Uddenberg

Patrícia

O velho e o Gato.jpeg

 

Escrevo este post com um gato deprimido e infeliz ao colo. Tem um "funil" na cabeça e apesar de ser para o bem dele (eu sei mas ele não) fico com o coração partido ao ver a sua miserabilidade. O meu amor por animais em geral e por este gato em particular faz com que os meus amigos, aqueles que me conhecem bem e se esforçam por me fazer feliz, procurem coisas como este livro para me oferecer no meu aniversário. O meu obrigada a uma amiga (e um amigo também) muito especial que entrou na minha vida através desta paixão comum, os livros, e que já se tornou presença insubstituível. 

Este, O velho e o Gato foi o livro perfeito para estes dias, em que o meu gato tem sido uma presença ainda mais constante na minha vida. O amor por uma animal é diferente do amor pelas pessoas mas nem por isso menos importante. A atenção e o carinho que lhes temos é-nos devolvido em dobro, mesmo pelos gatos. 

Este homem tinha decidido há muito que não queria ter animais, que não tinha nem vida nem paciência para tal. Mas uma gatinha decidiu o contrário. Ela decidiu que ele e a sua mulher eram os "seus humanos" e tornou-se, com a força de vontade (leia-se teimosia) que todos os donos de gatos tão bem conhecem, uma companheira, uma amiga, um membro de pleno direito daquela família. 

Não vale a pena alongar-me com a história. É uma história banal, uma verdadeira história de amor e lá para o final a história transforma-se numa reflexão sobre a relação Homem-Gato, sobre o que nós conhecemos dos gatos, o seu comportamento, as suas emoções, as suas razões. E aí, para além do homem, vê-se o psiquiatra. Um livro amoroso e interessante, que será certamente uma óptima escolha para qualquer leitor que já se tenha apaixonado por um gato.

3 comentários

Comentar post