Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

25
Out19

O pretérito (pouco) perfeito

Patrícia

Poderia escrever um texto sobre o amor aos livros, como cada leitor conjuga todos os dias o verbo gostar em cada página, em cada palavra, em cada livro.

Podia escrever um texto sobre o amor próprio, dar uma de guru (acho que agora se diz coach, não é?) da auto-ajuda e dizer que precisamos de gostar de nós antes de gostar dos outros. Ou melhor, para gostar dos outros.

Mas não. Venho tão só pedir, por favor, para conjugarem a porra do verbo gostar correctamente: o pretérito perfeito é "gostaste" e não "gostas-te", a não ser que sejas o tal guru e queiras reflectir sobre o quão te amas...

 

3 comentários

Comentar post