Ler por aí
 
19 de Fevereiro de 2018

o mago - aprendiz.jpg

 

Depois de me ter sido aconselhado várias vezes, decidi pegar neste livro numa altura em que estava a precisar mergulhar num outro mundo.

De uma forma geral gostei qb deste livro.

A construção do mundo, que geralmente é a minha parte favorita num primeiro livro de uma saga do fantástico deixou um bocadinho a desejar - a óbvia inspiração no universo de Tolkien não é surpreendente mas desilude. Os anões, os Elfos, os Humanos são claramente iguais aos de Tolkien com isso perde-se a magia de entrar num mundo diferente. Até porque qualquer comparação com a terra média é injusta para qualquer livro - não há menor hipótese de superar Tolkien.

Gostei bastante dos personagens, o Pug e Tomas têm o necessário para se tornar marcantes e manterem-me interessada na história. Vou querer saber que tipo de mago é, afinal, o Pug e em que tipo de homem se vai transformar Tomas. Algo me diz que Tomas terá que lutar a sua própria para resistir ao poder que lhe foi dado de mão beijada e que talvez não seja tão inócuo quanto isso.

Este é, claramente um livro de apresentação. O mundo foi apresentado, o tabuleiro está montado com cada peça no seu lugar e o jogo vai começar no segundo volume. Até perceber exactamente quais são os desafios de cada personagem, o quão imaginativo e inovador o autor é (e até agora o escritor não me convenceu nesta parte), não vou conseguir gostar desta série como tanta gente parece gostar.

Acho que gostei apenas o suficiente para lhe dar mais uma oportunidade.

publicado por Patrícia às 09:20 link do post
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

ana margarida de carvalho

ana saragoça

anne bishop

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elantris

elena ferrante

feira do livro

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mistborn

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

oathbringer

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

pot-pourri de assuntos

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

sugestões à quarta

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

virginia woolf

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO