Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

02
Fev18

Ler por aí - o Blog

Patrícia

Todos os meus blogs nasceram da minha necessidade de partilha. Este Ler por aí, o meu blog dos livros, nasceu para que pudesse ter um registo para memória futura das minhas leituras e para partilhar convosco o meu entusiasmo em relação aos livros.  A interacção que consegui levou-me a escrever outros posts, relacionados com os livros e a literatura, que não os de opinião. As “Curtas”, as “Conversas (sur)reais”, os Direitos dos Leitores são exemplos do que por aqui fui fazendo.

Nos últimos tempos as leituras abrandaram e o blog foi ficando assim meio ao abandono, o que me dá pena, confesso. Por isso decidi fazer uma tentativa, um esforço consciente para lhe dar uma nova vida.

Para já vou tentar publicar 2 ou 3 posts por semana. A ideia é ter uma opinião à segunda, uma sugestão à quarta e um post livre à sexta.

Já sei que vou ter o problema de ler livros suficientes para ter uma opinião por semana – definitivamente não ando a ler o suficiente para isso. Para já tenho post para a próxima semana (sai segunda a opinião do livro do Kalaf Epalanga “Também os brancos sabem dançar”), provavelmente para a seguinte também e algumas ideias para colmatar a coisa, nomeadamente vasculhar a memória à procura daqueles livros que li e que me marcaram de alguma forma. Mas à segunda há uma opinião sobre um livro.

Comecei as sugestões à quarta com a colecção dos inéditos do expresso. Aqui posso sugerir um livro, um podcast, um canal do you tube, uma tertúlia, um blog, uma comunidade literária, um autor. Acho que não vou ter problemas nem falta de imaginação para isso. Um pormenor, não vou aqui fazer publicidade paga ou a pedido. Nem a pedido de uma qualquer editora, de um autor ou a vosso pedido (reservo-me o direito a abrir as excepções que me apetecer em relação a isto).

O drama, o horror e a tragédia vão ser os post de sexta. Tenho para mim que estes vão falhar mais vezes. A ideia é reservar as sextas para as curtas, as conversas sur(reais), as reflexões e Cosmere. Cosmere dar-me-á algum espaço de manobra pois nem sempre tenho algo de novo para dizer.

Vamos ver se resulta.

Escolhi este formato porque, enquanto leitora assídua de alguns blogs, gosto desta rotina. Às segundas feiras, por exemplo, sei que tenho um Refletindo sobre… no Estante de Livros, da Célia. Numa altura em que escolho cada vez mais as minhas leituras, por falta de tempo para ler tudo o que me interessa, esta previsibilidade é importante.

Boas leituras

7 comentários

Comentar post