Ler por aí
 
02 de Fevereiro de 2018

Todos os meus blogs nasceram da minha necessidade de partilha. Este Ler por aí, o meu blog dos livros, nasceu para que pudesse ter um registo para memória futura das minhas leituras e para partilhar convosco o meu entusiasmo em relação aos livros.  A interacção que consegui levou-me a escrever outros posts, relacionados com os livros e a literatura, que não os de opinião. As “Curtas”, as “Conversas (sur)reais”, os Direitos dos Leitores são exemplos do que por aqui fui fazendo.

Nos últimos tempos as leituras abrandaram e o blog foi ficando assim meio ao abandono, o que me dá pena, confesso. Por isso decidi fazer uma tentativa, um esforço consciente para lhe dar uma nova vida.

Para já vou tentar publicar 2 ou 3 posts por semana. A ideia é ter uma opinião à segunda, uma sugestão à quarta e um post livre à sexta.

Já sei que vou ter o problema de ler livros suficientes para ter uma opinião por semana – definitivamente não ando a ler o suficiente para isso. Para já tenho post para a próxima semana (sai segunda a opinião do livro do Kalaf Epalanga “Também os brancos sabem dançar”), provavelmente para a seguinte também e algumas ideias para colmatar a coisa, nomeadamente vasculhar a memória à procura daqueles livros que li e que me marcaram de alguma forma. Mas à segunda há uma opinião sobre um livro.

Comecei as sugestões à quarta com a colecção dos inéditos do expresso. Aqui posso sugerir um livro, um podcast, um canal do you tube, uma tertúlia, um blog, uma comunidade literária, um autor. Acho que não vou ter problemas nem falta de imaginação para isso. Um pormenor, não vou aqui fazer publicidade paga ou a pedido. Nem a pedido de uma qualquer editora, de um autor ou a vosso pedido (reservo-me o direito a abrir as excepções que me apetecer em relação a isto).

O drama, o horror e a tragédia vão ser os post de sexta. Tenho para mim que estes vão falhar mais vezes. A ideia é reservar as sextas para as curtas, as conversas sur(reais), as reflexões e Cosmere. Cosmere dar-me-á algum espaço de manobra pois nem sempre tenho algo de novo para dizer.

Vamos ver se resulta.

Escolhi este formato porque, enquanto leitora assídua de alguns blogs, gosto desta rotina. Às segundas feiras, por exemplo, sei que tenho um Refletindo sobre… no Estante de Livros, da Célia. Numa altura em que escolho cada vez mais as minhas leituras, por falta de tempo para ler tudo o que me interessa, esta previsibilidade é importante.

Boas leituras

publicado por Patrícia às 07:00 link do post
Vou ficar muito contente se esses teus planos se concretizarem.
E para leres mais, podes sempre fazer como eu: fugir dos livros grandes e optar pelos mais pequenos. Não só não tenho muito tempo livre como sempre fui do apologista do "se podes dizer em 100 páginas cheias de mestria o que os outros dizem em 600, força". Eu sei, há calhamaços fantásticos! É só um penso-rápido.
Paula
Paula a 2 de Fevereiro de 2018 às 10:50
Sabes qual é o problema da tua sugestão? É que quando penso que devia ler um livro só me apetece ler outro.  Eu sou do contra comigo mesma.
Estou a tentar apostar nos contos (a colecção dos inéditos está a dar uma enorme ajuda)
Vamos ver se os planos se concretizam ou não :)
Patrícia a 5 de Fevereiro de 2018 às 10:30
Gosto de te ler, seja qual for a frequência com que publicas, mas é claro que fico contente com estes teus planos :) Força!
Célia a 2 de Fevereiro de 2018 às 17:07
 Obrigada 
Patrícia a 5 de Fevereiro de 2018 às 10:31
A ideia de posts "agendados" ou, vá, com data, não te stressa mais? Eu sinto-me incapaz porque acho a vida demasiado imprevisível para cumprir :x de qualquer maneira, fico feliz com o teu regresso! E tenho curiosidade quanto ao Kalaf, não só pelo título provocatório.
Bárbara Ferreira a 3 de Fevereiro de 2018 às 13:00

Obrigada
Acho que não, agendar posts pode ser a única forma de dar regularidade aqui ao blog. E de me dar algum prazo para ler determinado livro (se bem que não é essa a ideia mas pode ser um estímulo) 
Patrícia a 5 de Fevereiro de 2018 às 10:33
Compreendo enquanto estímulo :) boa sorte!
Bárbara Ferreira a 5 de Fevereiro de 2018 às 19:31
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

ana margarida de carvalho

ana saragoça

anne bishop

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elantris

elena ferrante

feira do livro

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mistborn

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

oathbringer

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

pot-pourri de assuntos

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

sugestões à quarta

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

virginia woolf

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO