Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

11
Jan21

Interessa o nº de livros que lemos por ano?

Patrícia

Não será a primeira vez que abordo este assunto. Assim de repente falei disso no post Grandes leitores   ou, ainda em 2010, no De facto.. who cares?. Sim, vou falar de quantidade. 

Pode parecer incoerente mas eu consigo dizer, com igual convicção, que "menos é mais" e "é perfeitamente possível ler mais que uma centena de livros por ano".

esmiucemos a coisa.

Eu, leitora:

Não leio muitos livros por ano, tendo a privilegiar a qualidade em vez da quantidade. Não me importo de reler um livro, não me importo de passar meses a ler 1 livro. Gosto de livros que me desafiem, gosto de sentir que estou a aprender, a ser mais enquanto leio. Tb gosto de passar umas horas divertidas e de usar os livros para escapar do mundo. Sei quantos livros li porque tenho o hábito de ir apontando as leituras num caderno mas se me esquecer de alguma não vem mal ao mundo. Só me chateio quando sei que leio menos do que podia (há dias em que vegeto - é o termo - em frente a uma má série) ou do que me apetece (a vida tem a mania de interferir nas minhas leituras).

Os outros, leitores:

Estou-me a borrifar.

Basicamente esta é a minha postura em relação à quantidade de livros que alguém lê. Mas enerva-me que se diga que é impossível ler muitos livros por ano, que quem diz que o faz, não o faz, que só lê maus livros e que, enfim, é um pior leitor.

Enerva-me porque me soa a superioridade moral e essa é coisa que me enerva. Raramente é justificada e nunca por quem a "pratica".

Eu li muito pouco no ano passado. Foram 28 livros completos. Destes 28, há 2 claramente "calhamaços", o As benevolentes e o Oathbringer. Realço estes porque, se tivesse optado por livros de tamanho normal, cada um contava como 3 (ambos têm mais de mil páginas). Além disso, a vida aconteceu, e li mesmo muito pouco. Tivesse eu menos responsabilidades ou mais disponibilidade mental e facilmente duplicava a quantidade de livros lidos.

Vamos a contas de merceeiro:

2020 teve 366 dias. Consideremos 24 dias de férias (vou ignorar os feriados, ptto fico com este número), 104 dias em fim de semana.

Consideremos 50 páginas lidas num dia útil e 100 lidas num dia de férias/fim de semana.

Isto dá 24250 páginas num ano. Se considerarmos uma média de 300 páginas por livro, são 80 livros.

E convenhamos que os números utilizados são bastante modestos. 50 páginas por dia, são hora/hora e meia de leitura. e 100 páginas nas férias/fins de semana são pouquíssimas e facilmente atingidas. E há inúmeros livros com menos de 300 páginas.

Ptto parem lá de chatear as pessoas que dizem ter lido 100 ou 150 livros num ano. Para além de ser possível sem ler 20 horas por dia há uma outra razão para pensarem duas vezes antes de tecer comentários menos simpáticos sobre os hábitos de leituras dos outros: vocês não têm nada  a ver com isso. E este argumento, meus amigos, é imbatível. 

Repito: Não têm nada a ver com isso!

Basicamente é isto. 

18 comentários

Comentar post