Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

19
Dez17

Em jeito de balanço

Patrícia

Nos últimos anos tenho lido muita coisa diferente. Participei em grupos de leitura. Entrei para o mais fantástico grupo literário de Lisboa e arredores (falo, claro, da Roda dos Livros). Descobri escritores fantásticos. Descobri a literatura portuguesa. Falei com escritores ou, o mais espectacular, ouvi-os falar e tantas vezes até conversei com eles. Fui a apresentações de livros não só por ter interesse no livro em si mas muito por sentir carinho por aquele escritor. Vi amigos passarem de leitores a escritores. Aplaudi-os com orgulho. Pedi autógrafos. Eu, a pessoa mais envergonhada do mundo, pedi autógrafos! Comprei livros. Mais do que os que consegui ler mas não faz mal. Escrevi muitas opiniões aqui no blog e (loucura das loucuras) li livros sobre os quais não escrevi nada. Tirei muitas fotografias do meu gato com os meus livros. Descobri que não me interessa o que quem quer que seja pensa sobre as minhas leituras. Leio com o mesmo prazer um livro que me obriga a parar e reflectir e um livro de leitura compulsiva. Descobri que os meus escritores favoritos são a Maria Manuel Viana (com quem já falei várias vezes mas de quem não tenho nenhum autógrafo) e o Gonçalo M.Tavares (a quem pedi um autógrafo na feira do livro) mas neste momento estou obcecada com os livros do Brandon Sanderson (por cujo autógrafo não esperei). Ouvi podcasts sobre livros. Ouvi os meus primeiros audiobooks. Fiquei fã de audiobooks, porque estes me salvaram a sanidade mental nos últimos meses. Li ebooks. Comprei livros que já tinha lido (em ebook ou emprestados) porque simplesmente tinham que fazer parte da minha estante. Li Virginia Woolf e adorei. Tive as mais espectaculares conversas sobre livros com as meninas que leram o "A gramática do medo". Descobri Cosmere e meu mundo literário nunca mais será o mesmo. Passei semanas sem ler. Esperei pelo lançamento de um livro com ansiedade. Li blogs, vi vídeos e descobri que o que gostava mesmo de fazer era um podcast. Dificilmente acontecerá mas é o formato de que mais gosto.

Tive gente a ler este blog mesmo que os post rareiem cada vez mais. Tive gente a comentar. A todos vocês um Muito Obrigada. Tem sido giro. 

13 comentários

Comentar post