Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

30
Set18

E no fim, ela mata-se!

Patrícia

spoilers.png

 

5/9 foi o resultado à sondagem sobre spoilers que fiz no Instagram sobre spoilers.

Confesso que fiquei surpreendida por 5 pessoas terem respondido SIM. Se eu tivesse respondido, essa teria sido também a minha escolha mas talvez a razão para isso não seja a que estão a pensar.

Eu não gosto de saber o final de um livro antes de o ler (e, já agora, sabem de que livro é o spoiler no título? Aparentemente toda a gente já o sabe por isso ninguém se coíbe de o alardear!), nem fico tão ansiosa que precise saber o que vem depois. Os spoilers de que falo são de outro género.

 

Deixem-me dar um passo atrás: nos blogs, Book Tube e afins, é mais ou menos aceite que as opiniões estão livres de spoilers. Até há algum tempo eu dir-vos-ia que isso era, para mim, o mais adequado. E é, se tivermos determinados objectivos: partilhar o que achámos daquele livro e convencer os outros a lê-lo. Quando digo "convencer os outros a lê-lo" não falo de "vender livros". Acredito que quem tem parcerias, até deseje que haja quem o compre, de forma a justificar esse acordo (e todos os post/vídeos de divulgação não são mais do que isso: marketing com o objectivo da venda, coisa que é absolutamente normal e neste momento uma das poucas formas de dar a conhecer novos livros) mas a vontade de partilhar o amor aos livros em geral e àquele em particular é, não duvido, o mais importante.

Por isso pergunto-me porque raramente passamos a linha do spoiler e arriscamos o lado da verdadeira partilha de opiniões.

E eu sei que a maioria de nós sente falta dessa partilha: as leituras conjuntas que se vão fazendo, de forma mais ou menos esporádica, ou os grupos de leitura que ultimamente nascem como cogumelos (e que maravilha são) são apenas dois exemplos disso. 

Quem lê este blog sabe que ando há mais de um ano a ler bastantes livros num universo do fantástico e que passo a vida a queixar-me de que não tenho com quem falar daqueles livros. Ora, foi essa necessidade que me fez começar a procurar informação. Habituei-me ouvir um determinado podcast sempre que acabava de ler um livro e a verdade é que a experiência foi óptima. Ouvir o pessoal a esmiuçar o livro, chamando-me a atenção para passagens a que não tinha dado tanta atenção ou corroborando a minha opinião sobre determinado acontecimento foi óptimo. 

Praticamente todos os posts que fiz sobre os livros do fantástico que li estão cheios de spoilers. Fi-lo porque sei que esses posts são muito mais para mim que para vocês, são dos menos lidos por aqui mas a verdade é que são dos que mais me agradam porque não ficam a meio do discussão, porque não me refreei para não vos estragar a surpresa.

Já aqui disse várias vezes que, se tivesse tempo, é provável que me dedicasse a um podcast. Seria sempre algo que permitisse uma verdadeira discussão sobre um ou mais livros. O tipo de podcast para quem já tivesse lido aquele livro e não o contrário. Claro que eu sei que isso não teria qualquer género de sucesso mas seria exactamente o tipo de coisa que me dava gozo fazer.

Como sempre, boas leituras :)

8 comentários

Comentar post