Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

10
Dez21

do tempo que damos às coisas

Patrícia

Comecei agora a ler a saga d'A Roda do tempo e não consigo deixar de pensar no compromisso que é começar a ler uma série de 14 livros. Pessoalmente agrada-me, sempre me agradou, esta ideia de ir passar meses ou anos dedicada a uma série. Hei-de ler muitos outros livros pelo meio mas, se tudo correr bem, hei-de voltar uma e outra vez a este mundo. 

Numa altura em que vemos séries de tv em maratonas e que a nossa dedicação a algo raramente é exclusiva ou duradoura, serão os leitores de fantasia os últimos de uma espécie que se dedica, de forma voluntária, a praticar a paciência, a dedicar tempo e amor a algo que, na maioria das vezes, não sabe sequer se vai terminar? 

O que o George Martin fez aos leitores das crónicas de gelo de fogo não ajudou a que a confiança necessária a esta prática aumentasse e foi/é indecente, uma falta de respeito por quem fez da sua saga um sucesso. Sem os "beta" (aka leitores) nunca a saga teria sido um sucesso na TV.

Escritores como o Brandon Sanderson, por exemplo, autenticas máquinas na periodicidade com que nos entregam o seu trabalho, continuam a motivar-nos e a alimentar este vício que é pertencer a uma comunidade de gente que lê o mesmo, que fala, discute, cria fóruns, investe num universo que transcende a leitura e a transforma de algo individual em colectivo. Porque é isso que acontece quando as livros perduram, acontece essa partilha que os transforma em algo comum.

Ri-me no outro dia quando fiquei feliz com a notícia de que ia ser publicado o último livro de uma das sagas do Sanderson que sigo (Wax and Wayne)...até que percebi que o raio do livro só ia sair daqui a 1 ano (e sim, no caso do BS isso significa que o livro está mais que escrito e que naquele dia 15/11/22 sai livro, ebook, audiobook, tudo e tudo e tudo).

É engraçado como, por um lado, há a necessidade, a urgência de ver uma série (todas as temporadas incluídas) de uma vez, por outro, temos séries (não tão boas assim) que se esticam de forma insuportável ou histórias que teimam em ressuscitar, quando deviam era estar sossegadas no paraíso das séries, mostrando que há em nós uma certa de necessidade de continuidade, de regresso, de pertença.

E nada, nada, faz tão bem isso como uma boa saga de livros.

1 comentário

Comentar post

Pesquisar

email

ler.por.ai@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Mais sobre mim

Em destaque no SAPO Blogs
pub