Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

11
Jun21

da meia noite às seis, de Patrícia Reis

Patrícia

1540-1.jpg

Vamos, antes de mais, falar dos livros certos na altura certa. 

Há que tempos sou fã dos livros da Patrícia Reis, já li vários e sei que são, sempre, uma aposta certa. E foi por isso que escolhi um livro dela - e que ainda por cima tem sido super recomendado pela Roda dos Livros e por outras meninas - para sair desde marasmo dos policiais. Os policiais têm sido a leitura conforto dos últimos meses mas não são, de todo, o meu género preferido. Não costumo forçar leituras mas ontem, dia de Portugal e das comunidades, achei ser o dia perfeito para ler em português. Este "da meia noite às seis" estava comigo há uns tempos e à espera do dia certo. E digo-vos que foi o livro certo na altura certa.

É um livro pequenino (apenas umas 115 páginas) que se lê num ápice e que aquece o coração. Os livros da Patrícia Reis não costumam ser propriamente livros felizes e logo de início fiquei de coração apertado (este é afinal, um livro sobre o luto)  e pensei que aquelas páginas iam estar carregadas de tristeza pesada, de angustia mas afinal este é um livro cheio de esperança e dessa coisa bonita chamada amizade. Não se iludam com estas palavras. Há toda a tristeza do mundo nestas páginas mas há também esperança, luz e recomeços.

Susana Ribeiro de Andrade ficou viúva em plena pandemia de covid 19. Forçada a recomeçar, aceita tornar-se a voz das horas mortas na rádio onde trabalha. Rui Vieira é o jornalista que escreve as notícias que Susana Ribeiro de Andrade lê a cada hora certa. É da meia noite às seis que as suas histórias e as histórias dos que os ouvem se vão entrelaçar nesta história de amor. E de amizade. E de recomeços.

Um livro claramente escrito em pandemia, que marca o tempo extraordinário que vivemos e que tem a voz tão característica da Patrícia Reis. Há neste livros histórias de amor, histórias de perda, reivindicações e chamadas de atenção. Há jornalismo. Há memórias. E livros. E músicas. E poemas. E uma actualidade muito marcada, parte desde livro é uma chamada à reflexão sobre o que vivemos, como vivemos e como queremos viver. 

Mas este é, para mim, acima de tudo, um livro sobre recomeços, amizade e amor.

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Patrícia 12.06.2021

    Depois vem cá dizer se gostaste.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    email

    ler.por.ai@sapo.pt

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    A ler:

    A ouvir

    Arquivo

      1. 2022
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D

    Mais sobre mim

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub