Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

18
Jun13

Curtas 54: Os escritores obrigatórios 1

Patrícia
Quem gostade livros já começou uma frase assim: "tens que ler o livro...".Disse-o inúmeras vezes, ouvi-o outras tantas. Também já aconselhei autores (aminha querida Marion Zimmer Bradley, por exemplo). Eu sou muito de autores.Sou-lhes fiel e quando gosto tenho a tendência a ler todos os seus livros.Durante alguns meses "vendi" a todos os meus amigos e conhecidos oValter Hugo Mãe e o seu "A máquina de fazer espanhóis" que adorei.Subitamente vi-me a desaconselhar o livro "O remorso de BaltazarSerapião" com igual veemência. E questiono-me, faz sentido ter escritoresobrigatórios? Livros faz, certamente, mas escritores que ainda não completarama sua obra, que ainda estão a crescer? Não será demasiado injusto julgar oescritor por uma obra?

Na realidadequando comecei a escrever este post fi-lo com o intuito de escrever sobre osescritores Portugueses "obrigatórios". Esta nova geração deescritores que anda nas bocas do mundo, que se "vendem" muito bem,que geram ódios, ciúmes e paixões. Qual é, afinal a obrigatoriedade de os ler?o que perdemos se não o fizermos?

E mais, serápossível julgarmos de facto um livro depois de ouvir tanta coisa (boa e má,geralmente em igual quantidade), depois de construirmos tantas expectativas?

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.