Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ler por aí

Ler por aí

31
Dez18

2018 em livros

Patrícia

O meu ano começou com um toque de cor e um fôlego de vida na companhia do Warbreaker. Em Fevereiro aprendi que, são Pecados Santos, mas Os brancos também sabem dançar mas que nesse capítulo ainda estou no nível de Aprendiz. Em Março conheci um dos maiores galãs do mundo literário na companhia da maravilhosa Jane Eyre. Em Abril regressei a Roshar, uma e outra vez, e enfrentei a vida com um livro e a Oathbringer. Em Maio dei um saltinho a Elantris mas em Junho Morreste-me.

Em Julho fui Por este mundo acima, procurar Limões na madrugada mas acabei por encontrar o Eleventh Metal mencionado na Mistborn Secret History e que me fez percorrer o Norte e Sul do país.

Em Agosto, as minhas Shadows of self, gritaram bem alto: Este é o meu corpo!. The Bands of mourning soaram alto e com o sangue, A carne e lágrimas fui the Emperor's soul* da minha vida.

Pode um desejo imenso** transformar Setembro num fantástico mês de leituras? Pode pois.

Já em Outubro regressei ao passado, fui ao Pão de Açucar e acabei a trabalhar n' A Construção do vazio que se tornou a minha vida.

Em Novembro fui muitos, fui tantos, afinal aprendi a jogar Jogos de Raiva com o Stephen Leeds. E nunca cheguei a saber qual era a tal História Secreta.

Em Dezembro relembrei O Princípio de Karenina assisti a um tolo jogo entre Três Coroas Negras***.

E (re)descobri o significado da palavra Ecologia****. Deixo-vos com um desafio para 2019. Tornem "Ecologia" também uma das vossas palavras e leio o livro da Joana Bértholo. Depois agradecem-me.

 

* The Emperor's Soul, de Brandon Sanderson - Sem opinião no blog.

**Pode um desejo imenso, de Frederico Lourenço - gostei tanto desde livro que ainda não consegui escrever nada sobre ele

***Três Coroas negras, de Kendare Blake - não sei onde tinha a cabeça qdo decidi ir ler isto.

****Ecologia, de Joana Bértholo - ainda o estou a digerir. Hei-de falar dele daqui a uns dias

25
Dez18

Leituras de um Natal passado

Patrícia

Quando as exigências familiares acalmavam, o cansaço descia sobre os membros da família e cada um tinha a liberdade de fazer o que bem entendesse, chegava a hora de olhar para a pilha de livros, escolher um e começar a ler. O dia de Natal era habitualmente passado na casa da minha avó onde havia um candeeiro de pé e uma cadeira bem pequenina perfeitos para mim. O resto do pessoal via televisão, punha conversa em dia ou fazia mais uma ronda à mesa dos doces e eu aninhava-me ali e viajava para um qualquer mundo dentro de um livro. Eventualmente alguém me perguntava como conseguia ler com todo o barulho (nunca tal coisa me incomodou) ou insinuava que não devia estar a perceber nada do que estava a ler mas de resto deixavam-me estar. E eu gostava. Era o bocadinho de Natal de que mais gostava. Aquelas horas dedicada aos livros que tinha recebido. E na altura eram bastantes. 

23
Dez18

Natal 2018 - Sugestões livrescas #23

Patrícia

É, obviamente, imprescindível falar de uma das nossas maiores vozes. Não é fácil de ler? Não, não é. Eu que o diga, que fui "obrigada" a estudar uma das suas mais famosas obras no 12ºano e fiquei um bocadinho traumatizada. Mas a qualidade e o interesse dos seus livros é indiscutível e eu quero muito ler mais dela. 

Falo, obviamente, da grande Agustina Bessa Luís e a minha sugestão é aquele que eu tenho em casa para ler (a ver se ganho coragem): A ronda da noite

A ronda da noite.jpg

 

21
Dez18

Natal 2018 - Sugestões livrescas #21

Patrícia

Hoje a minha sugestão é um "dois em um": sugiro uma grande, grande escritora portuguesa e ao mesmo tempo sugiro um livro infantil, um clássico que todos nós lemos e os mais pequenos certamente irão gostar. E antes que me digam que "todos já conhecem"... os clássicos são sempre uma boa opção mas muitas vezes são preteridos porque todos acham que outros já os leram ou conhecem. 

Falo, claro, da maravilhosa Sophia de Mello Breyner Andresen e do seu eterno "A Fada Oriana"

A-Fada-Oriana.jpg

 

20
Dez18

Natal 2018 - Sugestões livrescas #20

Patrícia

Não é possível falar de mulheres escritoras em Portugal sem a incluir. Acho que não erro ao dizer que é a escritora portuguesa mais premiada e que foi considerada uma das 10 grandes vozes da literatura estrangeira (pela revista francesa LeMagazine Littéraire). E é também uma das escritora mais genuinamente simpáticas cá deste país à beira mar plantado. 

And the last but not the least... é algarvia.

Falo, obviamente, da Lídia Jorge. O meu livro preferido dela continua a ser o "O vento assobiando nas Gruas" (adoro este título) mas a sugestão de hoje é seu mais recente trabalho, Estuário.

estuário.jpg

 

17
Dez18

Interlúdio

Patrícia

Quando pensei em fazer estas sugestões livrescas, uma por dia, de dia 1 a dia 24 de Dezembro, não sabia bem no que me estava a meter. 

Resolvi fazê-lo porque me apeteceu ver o que ia acontecer a este blog se publicasse com maior regularidade e porque este ano o espírito Natalício não quer nada comigo.. e com esta contagem decrescente para o dia de natal pensei que talvez o conseguisse recuperar.

Claro que eu me consigo me consigo enrolar mesmo nas ideias básicas que tenho...

Ora, o que começou por ser uma coisa simples (24 sugestões literárias) passou rapidamente a "e se só escolhesse mulheres?" e depois a "e se só escolhesse escritoras portuguesas?".

E assim, dei por mim a vasculhar a memória e uma ou outra lista. Tirando o livro da Ursula K Le Guin (que quero muito ler) todas as sugestões são de escritoras portuguesas. E agora, que esta brincadeira está quase a terminar dou por mim a não ter espaço que chegue para todas as escritoras que queria, por um ou outro motivo, destacar. E nem sequer entrei no mundo dos livros infantis e juvenis. Nem nos clássicos. Nem fiz qualquer esforço para conhecer novas escritoras.

E agora, porque sou eu e vocês já me conhecem, fico cheia de pena de ainda não ter lido tudo o que ando a sugerir. E penso que devia seguir com esta rubrica das sugestões, tornando os critérios mais abrangentes mas também sei que tudo o que é demais não presta e depois a coisa perde a substância.

Enfim, não sei no que isto vai dar, se termina ou não dia 24. Só sei que há tantos livros e tão pouco tempo...

17
Dez18

Natal 2018 - Sugestões livrescas #17

Patrícia

Mais um livro que quero muito. Sou leitora das crónicas, fã dos títulos e ouvinte atenta mas ainda não li nenhum livro desta escritora. Bastante conhecida pelos livros de viagem, são os romances que me despertam a atenção. Depois de a ouvir no podcast Palavras de Autor, do Expresso, decidi que este seria um dos próximos livros que iria ler.

A sugestão de hoje é "A nossa alegria chegou", de Alexandra Lucas Coelho:

ANossaAlegriaChegou_K_300dpi.jpg

 

Pág. 1/3