Ler por aí
 
11 de Maio de 2009


Já está, já li mais este volume das "Crónicas de gelo e fogo". Tal como tinha escrito anteriormente achei-o um compasso de espera.
É verdade que agora há mais personagens a ter em conta, a história começou a virar mais uma vez, mas não sei que isso é o melhor para a saga. Faço um esforço para me lembrar que os livros impares são a primeira metade do livro original e que portanto só devo fazer uma critica ao volume nos livros pares. Porque se fosse fazer essa critica agora diria que estou a ler um livro que não pertence à mesma saga. E não me parece que isso seja assim tão bom. Estava à espera de mais, de muito mais deste livro. Estava no minímo à espera de uma continuação da fabulosa história que George R.R. Martin nos vem contando. Agora começo a perguntar-me se isto tem realmente um fim (coerente) ou se simplesmente vão continuar a morrer os personagens príncipais e novas personagens nascem....
Senti a falta das minhas personagens favoritas. Os saltos (já habituais) entre as várias personagens/histórias não me agradaram desta vez.
Mas como disse, vou dar mais uma hipótese e ler o 8º livro quando ele estiver disponível...
publicado por Patrícia às 11:42 link do post
14 de Abril de 2009


6 livros: Guerra dos Tronos; Muralha de gelo; Fúria dos Reis; O despertar da Magia; A tormenta das espadas; A glória dos traidores.
1 Autor: George R.R. Martin

Criticas? Fabulosas. A saga que até foi comparada ao "Senhor dos Anéis". Pessoalmente nunca fui fã do "Senhor dos Anéis", portanto esta critica até nem me dizia muito. Mas, por insistência de um colega (que foi um querido e me emprestou os 6 livritos) mergulhei, por algum tempo, neste mundo fantástico. Num mundo de dragões, de guerra pelo trono dos 7 reinos. O que aparenta ser um típico enredo da aventura da fantasia, com os bons a lutarem contra os maus, com dois lados distintos e definidos, não o é!
Em todos os lados há personagens que nos encantam, outras que nos irritam, que nos desiludem, que nos encantam, que nos fazem rir. Um pouco como na vida todos os lados têm a sua verdade. E se numa determinada batalha torcia para que um dos lados fosse o grande vencedor, na batalha seguinte já esperava por outro destino.
É, para mim, a grande mais-valia deste livro: a capacidade que o autor tem de nos trocar as voltas e coerentemente dar uma volta total ao rumo da história.
A parte mais negativa destes livros: a idade de algumas das personagens. Arya, por exemplo. Apesar de, por vezes Arya ter atitudes de criança, é muito difícil lembrarmo-nos, ao longo da narrativa, de que ela o é realmente.
Uma saga bem construída, com personagens ricas, interessantes. Uma história com muitas histórias pelo meio. Em cada livro uma nova surpresa. Uma reviravolta na história, a morte de um dos personagens principais, o mostrar da verdadeira natureza de outro. Será que a saga tem final no Festim dos Corvos?
publicado por Patrícia às 14:15 link do post
09 de Fevereiro de 2009

Estou a ler compulsivamente" as crónicas de gelo e fogo", de George R.R. Martin.
Já estou quase, quase a acabar o segundo volume. Quer isto dizer que estou a gostar. Lembro-me de ter lido assim, com esta vontade, a Triologia de Sevenwaters, as Brumas de Avalon e pouco mais.
Uma das coisas que estou a gostar nesta colecção é que cada personagem tem um lado bom e um lado mau (ok, há alguns que são mesmo maus), mas cada lado tem a sua razão e não me é fácil torcer por um dos lados sem hesitação. No género fantástico é ainda mais dificil fazer isto (mostrar que nem tudo é branco e preto) que em qualquer outro género.
Assim que ler toda a colecção faço uma critica alargada. Para já: gosto e recomendo!
publicado por Patrícia às 12:55 link do post
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

antónio lobo antunes

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO