Ler por aí
 
02 de Dezembro de 2013

Este Tag foi roubadíssimo dos blogs da Diana e da Tita e foi inventado pela Ana Vitorino do Como Respira
 
1 - Qual a capa mais bonita da tua estante?
 
A capa do livro “La trilogia de la niebla” de Carlos Ruiz Zafón. E nemsequer é preciso ter a capa de papel. A outra é igualmente bonita.
Este livro tem os três livros juvenis do autor e foi uma ótima leitura emespanhol, língua que não domino mas na qual me desenrasco. Nada como ler nooriginal e sendo um livro juvenil tem uma linguagem acessível.
 
 
 
2 - Se pudesses trazer 1 personagem para a realidade, qual seria?
A primeira personagem que me vem à cabeça é a Morgaine das Brumas de Avalonmas a verdade é que não acho que a Morgaine se inserisse neste mundo. E claroque trazer uma personagem para a realidade só seria interessante se fosseaprender alguma coisa com ela, por isso escolho a Truth do Circulo de Blackburn(da Marion Zimmer Bradley) que me poderia esclarecer uma série de coisasincluindo o que raio aconteceu com a Atlântida uma vez que ela é a reencarnaçãode uma das irmãs (já não me lembro bem se é da Deoris ou da Domaris)…
 
3 - Se pudesses entrevistar um autor(a), qual seria?
Humm, a Marion ZimmerBradly, of course. Masconsiderando que a senhora morreu em 99 parece que já não é possível.
 
(na realidade até tenho tido bastante sorte e tenho conversado com algunsdos nossos escritores)
4 - Um livro que não lerás de novo? Porquê?
 O “O remorso de baltazar Serapião”. Não leio novamente aquilo nem quefique sem ter acesso a livros o resto da vida. A minha imaginação é mil vezesmais interessante e positiva que aquilo. A sério: não!
5 - Uma história confusa?
O “arquipélago da insónia” do António Lobo Antunes. Li 3 vezes o primeirocapítulo, 2 vezes o segundo. Depois de ter lido o terceiro e de, mesmo assim,continuar sem perceber nada, desisti. O problema é certamente meu, mas lá que ahistória era confusa era.
 6 - Um casal?
 Elizabeth Bennet e Mr. Darcy de “Orgulho e preconceito”. Nada como duaspessoas imperfeitas para só “estragarem uma casa”. E eles são tão fofinhos.Adoro.
7 - 2 vilões. (Pode ser tanto 2 vilões que gostes como 2 vilões que nãogostes).
Dois personagensexecráveis: O Baltazar de “O remorso de Baltazar Serapião) e o tutor de LisbethSalender em “Os homens que odeiam as mulheres”. Aliás, os vilões que mais meincomodam são os reais, os que podemos encontrar na rua e que têm a força e opoder para magoar.
8 - Uma personagem que matarias (ou tiravas do livro)?
Tirar um personagem era desvirtuar uma história, pelo que (por mais queum personagem me seja indiferente) não posso escolher nenhum. Provavelmente osque não fazem falta são os que não me lembro. Tão insignificantes que seperderam na memória.
 Mas por umaquestão de bondade mataria a mulher do Baltazar no minuto em que olhou paraele. cortava-se o mal pela raiz (lamento, aquilo incomodou-me a sério)
 9 - Se pudesses viver num livro, qual seria?
Não me importava de viver em Avalon (brumas de Avalon) ou de viajar com ocirco (em o Salto Mortal), ou de viver na Atlântida (A queda da Atlântida) ouem Kyralia(guilda dos Mágicos) ou em Hogwards (Harry Potter)
 10 - Qual o teu maior livroe o mais pequeno? (Em termos de páginas).
Suponho que o maior seja “Ospilares da Terra” que tenho numa versão de um volume só. Isto não considerandoas séries, claro (acho que a que ganha é a “O primeiro homem de Roma” em quequalquer um dos 7 volumes é enorme). Quanto ao livro mais pequeno, semconsiderar os infantis, acho que posso arriscar nos livros da Rosa Lobato deFaria, que são pequeninos mas que eu adoro.
 
publicado por Patrícia às 17:37 link do post
Oii, fiquei feliz que você respondeu a minha TAG.
Mas senti falta dos créditos...
Ana Vitorino a 17 de Dezembro de 2013 às 12:16
Oh Ana, peço desculpa. De facto conheci o post nos blogs das meninas que referi e não me devo ter apercebido de quem efectivamente tinha feito as perguntas. De qualquer forma, e em jeito de "desculpa", já fiz o update do post.
E ainda ganhei porque já conheci mais um blog e um canal literário. Vou espreitar.
Patrícia a 17 de Dezembro de 2013 às 17:33
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO