Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

Metamorfose à Beira do Céu – Mathias Malzieu


Monsieur Malzieu o nosso relacionamento termina aqui. É a segunda oportunidade que lhe dou, primeiro com “A Mecânica do Coração” e agora com este “Metamorfose”. Não me volta a enganar com capas bonitas e promessas de histórias fantásticas.

 

Não me cativou. Achei a escrita desigual, tanto parece uma história fofinha como faz uma paródia tão grande das situações que parece que o autor está s m ﷽﷽﷽﷽﷽﷽ae calhar sonagensarece uma histo Bete 10 anosa gozar com os personagens.

Não acreditei na história de amor entre a médica/pássara e o acrobata, Tom “Hematoma” Cloudman. Só quem nunca esteve dentro de um galinheiro consegue achar um aviário um ninho de amor sexy.

O menino-lua é claramente um golpe baixo, para nos adoçar o coração e puxar ao sentimento.

O meu parágrafo preferido, é completamente irrelevante na história e poderia ter sido eliminado do livro que ninguém dava por isso:

“Durante esta epopeia em caixão sobre rodas, apaixonei-me pelos livros. Expliquei a um casalinho, que acabava de me oferecer uma obra, até que ponto aquela partilha do imaginário íntimo me comovia. Comecei a receber cada vez mais livros. Como me faltava espaço e não tinha coragem de os abandonar, decidi alimentar a corrente. Assim que terminavaum, escrevia o que pensava na página em branco que vinha a seguir ao final do texto, precedido desta nota: “Se encontrar este livro, leia-o e, quando o acabar, escreva as suas impressões, juntamente com a data e o lugar onde o descobriu. Depois, coloque-o num local de passagem, bem à vista.” Alguns desses livros apanharam o comboio, outros chuva. Alguns andaram perdidos durante muito tempo, outros viveram uma história de amor. Um deles voltou inclusive para as minhas mãos, anotado sete vezes.”

 

Cris agradeço a troca. Não mudou a minha opinião mas concordo contigo em relação à tradução.

 

1 comentário

Comentar post