Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

Marina, de Carlos Ruiz Zafón



Muito, muito bom. Li no original (Obrigada C. , como sempre só me ofereces bons livros :) ) e apesar das dificuldades (o meu espanhol é, na melhor das hipóteses, medíocre) não levei muito tempo a lê-lo. E isso diz muito.
Não é necessário falar da qualidade da escrita deste escritor que me consegue arrastar para o mundo que cria. Este "Marina" não é novo. É anterior ao "A sombra do vento" e posterior aos que constam da "Trilogía de la Niebla". Já li num blog que vai estar disponível em Português no final de Setembro e que custará 18.85€. Desengane-se quem espera algo do género da Sombra do Vento ou do "Jogo do anjo".
Segundo o autor este livro é ainda,  tal como os 3 anteriores, um livro para jovens. Os livros "para jovens" do Carlos Ruiz Zafón são bastante negros, sendo este aquele que mais gostei talvez porque o fantástico aqui, apesar de existir, não é tão marcante como na Tilogía de la Niebla.

Óscar Drai é um miúdo de 15 anos que vive num internato em Barcelona e que conhece Marina e seu pai Gérman. É pela mão de Marina que se envolve numa história de mistério e morte, onde o passado se mistura com o presente.
Em "Marina" conhecemos a história de três amores. Óscar e Marina, Gérman e Kirsten, Mijail Kolvenik e Eva Irinova. Histórias de amor e morte.

"Marina me dijo una vez que sólo recordamos lo que nunca sucedió"

2 comentários

Comentar post