Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

"Livros a sério" ???? A sério?

Numa daquelas partilhas tão habituais do facebook dei de caras com esta pérola que só pelo título me preparoupara o conteúdo: 8razões para ler (livros a sério) de Joana Marques Alves.
Livros a sério? O que são livros a sério?
Rapidamente percebi que afinal um ebook não é um livro a sério. Pelo menos na opinião desta senhora. Que diz que "A Time decidiu fazer uma lista de oito razões para deixar ose-books, as sms, os chats e os comentários nas redes sociais e optar por livrosa sério". Sejam palavras da Time (apesar de não estarem assimidentificadas) ou não, o certo é que esta é a mensagem que passa.
E esta é a mensagem que passa tantas vezes: um ebook não é um livroa sério.
Aparentemente, os ecrãs são umadas razões pelas quais um ebook não é um livro a sério:
"Para além disso, é essencial que opte por umlivro e não um ecrã – ler num dispositivo faz com que fiquemos entre 20 a 30%mais lento, lê-se num estudo da Universidadedo Texas."
Ora, antes de mais olhemos para esta frase. Digam-me, porque eu devo lerdemasiados ebooks e poucos livros, o que raio isto significa. O que é que ficalento? A leitura? Se for isso é necessariamente mau? Quanto a mim tenho baixadobastante a velocidade da leitura e tenho tirado grandes benefícios disso. Asério, não percebo. É o raciocínio? Eu passo o meu dia a trabalhar em frente aum ecrã de computador e volta e meio ainda leio uns livros no ereader pelo que deve ser por isso nãopercebo nada disto.
Há muitas diferenças entre ebooks e livros físicos. Cada um tem e terá os seusdefensores e cada um terá os seus benefícios - se é verdade que olhar para umecrã iluminado não é benéfico nem confortável, também é verdade que os ereadersjá há muito ultrapassaram esse problema e olhar para um é o mesmo que olharpara uma folha de papel.
Se é verdade (e é a primeira vez que o oiço) que folhear faz bem àconcentração também é verdade que carregar e pegar num calhamaço faz mal àscostas.
Se é verdade que um livro é um objecto maravilhoso (porque o é) também éverdade que a maioria de nós tem falta de espaço em casa.
Se é verdade que a magia de escolher um livro numa livraria não se equiparaà falta de magia de descarregar um ebook também é verdade que podemos comprar o2º volume da série que estamos a ler às 04h30 da manhã sem ter que despir opijama.
Se é verdade que os livros físicos cheiram bem, também é verdade que ganhampó e custam a limpar (e as alergias ao pó, não contam?)
E podemos dizer também que o tamanho da letra de um ebook é costumizável(assim como o contraste) o que dá um jeito imenso para quem tem problemas devisão.
Mas acima de tudo: num livro o mais importante é sempre o conteúdo, a história ou informação que conta. A magia daspalavras é igual seja em que formato for. A beleza da literatura éprecisamente essa. Porque haverá sempre quem prefere um áudio-livro, quemprefere um livro electrónico e quem prefere os livros físicos (capa dura, capamole, livro de bolso, versão ilustrada). Opiniões, preferências. Mas todos, semexcepção, são “livros a sério”.

8 comentários

Comentar post