Ler por aí
 
20 de Janeiro de 2013

E pronto, agora sim, posso dizer que a época de Natal de 2012 acabou. Um grande amigo ofereceu-me este livro no ano passado mas, por ser tão temático, ficou pacientemente à espera da época certa para ser lido. 
Não é um livro fácil de ler. Fui várias vezes ao dicionário. Aprendi palavras novas e em muitas alturas deliciei-me com a linguagem.
A história é, simultaneamente, conhecida e estranha. Não há quem não conheça esta história, estes três Reis Magos, vindos do Oriente, para adorar o menino e oferecer-lhe ouro, incenso e mirra.
Sabíamos o quem, e o quê, faltávamos o porquê e o como.
Na história que conhecemos estes Reis não são mais que instrumentos que para provar a lenda, as escrituras. Neste livro cada um destes reis é humanizado e deixa de ser um instrumento para passar a protagonista.
Gaspar, o rei Negro, que abandona o seu país após um desgosto amoroso. Uma razão um tanto prosaica  demais para empreender numa viagem tão cheia de perigos como esta? Talvez, mas mais que uma fuga foi o seu coração nómada que o levou em busca de si próprio. Algures no tempo encontra Baltasar, o mais velho, amante das artes e da beleza. E Belchior, um príncipe que devia ser rei mas que na realidade era um fugitivo. Que buscava sabedoria e lealdade.
Estes três personagens encontram-se com Herodes num dos capítulos mais interessantes deste livro. O mais verídico, sem dúvida. Afinal a história é rica nas menções a Herodes, louco, ignóbil, sanguinário.
Mas é Taor, o quarto rei, aquele que está destinado a chegar sempre atrasado, que é o personagem mais interessante neste livro.
4º Rei? Pois, eu também não sabia. Mas a história que Michel Tournier imaginou para ele encantou-me. E acho que no próximo ano vou pôr um 4º Rei Mago no meu presépio. Com umas pedrinhas de sal, a lembrar-me de que o doce e o salgado são duas faces da mesma moeda e que o Amor desinteressado é a verdadeira mensagem do Natal.
Não é um livro sobre religião, nem enaltece as "virtudes cristãs" mas não deixa de ter um certo misticismo. Pessoalmente gostei bastante. 
publicado por Patrícia às 20:19 link do post
Há muitos anos atrás vi um filme sobre o 4º Rei Mago. Não sei se será a mesma história ou parecida. Ele atrasava-se, passava por muitas atribulações e só conseguir chegar até Jesus no dia da crucificação.
redonda a 20 de Janeiro de 2013 às 20:39
Sim, é mais ou menos isso (tirando que este nem isso consegue, chega atrasado à última ceia e tudo.
Patrícia a 20 de Janeiro de 2013 às 20:56
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

antónio lobo antunes

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO