Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

Curtas 61: As capas

No outro dia defendi aqui neste blog o conteúdos dos livros. Mas, talvez como castigo do destino, fiquei apaixonada por um livro no outro dia. Fui descontrair um bocadinho à Fnac (sem cartão multibanco que isto de ter a Fnac no local de trabalho não é muito bom para as finanças) e fiquei doida com os livros de capa dura que por lá estavam. Escusado será dizer que eram todos em Inglês. E fiquei a pensar que o que eu gostava mesmo, mesmo era de ter uma estante interira cheia daqueles livros maravilhosos de capa dura e com folhas amareladas que não magoam os olhos e que me fazem imaginar aqueles momentos antes de começar a ler um livro em que faço festinhas à capa (sim, não vale a pena falar sobre isso, ok?).
Confesso que não tenhos muitos livros assim. O livro mais bonito que tenho em casa é em espanhol "La trilogia de la niebla" do Zafón, a que tirei obviamente a capa de papel (já vos disse que odeio as capas de papel). Tenho pena que não sejam feitos mais livros em Portugal assim. Mas provavelmente o preço deles iria subir de forma incomportável.
Mas naquele dia tomei uma decisão. A partir de agora vou comprar ebooks e só vou comprar livros em papel que me encantem enquando leitora.

 
(o livro fica muito mais bonito sem esta capa horrorosa)

3 comentários

Comentar post