Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

Curtas 31: A complexidade da língua

Quando leio um livro com uma linguagem menos simplista do que o habitual (tenho alguma relutância em classificá-la de complexa, porque na realidade não o é) é que me apercebo de que poucos livros (pelo menos dos mais lidos) a têm. Não será justo culpar os tradutores porque mesmo os escritores Portugueses pouco aproveitam a riqueza da nossa língua. Sei e acredito que há escritores que escrevem para lá do banal e que não se incluem nesta "curta". Mas dizia eu que me parece que a excessiva simplificação da escrita está a contribuir bastante para que percamos a beleza da Língua Portuguesa. E é quando leio um livro assim, menos simples, que sei que nunca serei escritora.

6 comentários

Comentar post