Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

Curtas 2017 #22 - Mitos e outros temas livrescos (Releituras)

Fico sempre sem saber se devo ou não reler os livros.

E se reler um livro de que não gostei pode fazer-lhe justiça (há sempre livros que lemos em alturas erradas), reler um livro de que gostámos muito também pode estragar tudo.

Se um livro, a determinada altura, me marcou de forma a considerá-lo, por pouco ou muito tempo, o meu livro preferido, será uma boa ideia correr o risco de perceber que afinal não é assim tão bom?

A verdade é que uma releitura nunca vai ter o factor “novidade” ou “expectativa) no mesmo nível da leitura inicial. E se também é verdade que gostar tanto ou mais de uma releitura que da leitura inicial é descobrir uma pérola, também é verdade que a marca deixada uma desilusão vai ser impossível de apagar.

E eu, que gosto imenso de reler livros, vejo-me com medo de pegar novamente naqueles foram os meus livros preferidos durante muito tempo, apesar de considerar que mais importante do que um livro ser realmente bom é a marca que nos deixou aquando da sua leitura.

3 comentários

Comentar post