Ler por aí
 
26 de Julho de 2012

Incomoda-me ir para a praia sem um livro. Já cheguei a ir para a praia com um livro e não chegar a pôr um pé na areia (a esplanada foi o ponto de paragem). Ir para a praia com um livro de 500 páginas é complicado mas não tão complicado como ir para a praia sem o livro.
publicado por Patrícia às 08:30 link do post
tags:
Exactamente. No ano passado, fui para a praia com o Outlander, como um tijolo na mala. Ir SEM livro é que não. E um estojo. E uma caderninho, não vá o diabo da inspiração tecê-las. E já me aconteceu levar um livro A4 de argolas com 350 páginas para correcção de texto. LOL. Cada maluco com a sua mania, certo?.
Carla M. Soares a 26 de Julho de 2012 às 10:09
LOL. OK, Carla, és bemmmm pior que eu.(mas deste-me ideias :) )
Patrícia a 26 de Julho de 2012 às 14:52
Olá Patricia,
Eu todos os dias trago comigo um livro, porque aproveito a hora de almoço para ler.
Se não cabe na carteira trago num saco, isso não interssa!! não trazer um livro comigo diariamente é faltar- me algo!!!
Sabe Patricia ás vezes trago 2 livros porque um está mesmo a terminar e não ter que ler fico um nadinha angustiada!!!
Se são grandes (500 paginas) é mais chato mas marcha na mesma comigo.
Bjs
Dulce Barbosa
Dulce a 27 de Julho de 2012 às 13:35
Gente, o melhor mesmo é não ir para a praia e ficar em casa numa sombra na varanda muito sossegada a ler. Não temos as conversas dos vizinhos da mesa ao lado na esplanada a distrair-nos, os meninos a virem todos pingados do mar aos gritos a dizer que a àgua está excelente, etc. Praia com livro, só mesmo no tempo fresquinho quando todo o pessoal se enfia nos Centros Comerciais.
Umas boas leituras!
Teresa a 29 de Julho de 2012 às 15:23
Dulce, eu tb sou assim. Adoro aproveitar a hora do almoço para ler:)
Patrícia a 29 de Julho de 2012 às 19:28
Ai Teresa, não sejas assim... Eu leio em todo o sítio, consigo esquecer e ignorar o caos à minha volta :)
Patrícia a 29 de Julho de 2012 às 19:30
Tá bem Patrícia. Dou a mão à palmatória. Este início de Agosto fui à praia e consegui ler, debaixo do chapéu de sol, A Educação Sentimental do Flaubert,Adeus Princesa da Clara Pinto Correia, Solo Virgem do russo Turguéniev e Gare do Oriente do Vasco Luis Curado (este último foi uma verdadeira desilusão, para mim está quase dentro dos maus livros). Acho que por este ano dou a minha época balnear por encerrada (talvez por saber que em qualquer altura do ano tenho a praia quase ao virar da esquina).
Por falar em leituras, estou a ler uma pequena maravilha sobre o povo islandês no início do século passado "Os Peixes Também Sabem Cantar" de Halldór Laxness (Cavalo de Ferro).
Teresa a 12 de Agosto de 2012 às 16:19
Tenho imensa curiosidade em ler Clara Pinto Correia. tenho que ir cuscar a opinião sobre o livro dela (as leituras dos blogs estão um bocadinho paradas nas férias). Óptimas sugestões, obrigada.
Patrícia a 12 de Agosto de 2012 às 22:31
Olha, Patrícia, eu li este livro porque a autora esteve cá na terra num fim de semana de julho a promover este livro que está a ser reeditado.
Como achei interessante o que ela disse sobre o livro, resolvi ler. É interessante realmente, e fiquei curiosa em ler mais alguma coisa dela, mas não penses que é uma obra prima. É uma leitura agradável e fácil, acho que deves ler, embora não saiba os teus gostos, é que isto de aconselhar livros tem muito que se lhe diga.
Teresa a 13 de Agosto de 2012 às 14:20
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO