Ler por aí
 
03 de Novembro de 2015

Não, não estou a pensar escrever nenhum, não se preocupem. Mas apeteceu-me vir falar do assunto.
Enquanto leitora e "blogger" tenho sempre uma opinião sobre um livro. E dou-a. A tentação de amenizar a coisa é tanto maior quanto maior é o carinho que me liga aos escritores. Como se dá uma opinião menos positiva a um miúdo que ainda agora começou a escrever? Como podemos separar o que achamos da pessoa do que achamos do livro?
É muito bonito pensarmos que a nossa opinião é absolutamente sincera e imparcial mas a verdade é que não é fácil opinar quando sabemos que alguém interessado vai ler a nossa opinião. Não é fácil dizer na cara de um escritor: olha, desculpa mas achei o teu livro uma treta.
 
Mas como raio um escritor melhora se não for estimulado para isso? Se não lhe forem apontadas as falhas? Se não tiver opiniões diferentes do: "és o melhor da tua geração"?

Ninguém gosta de ter opiniões negativas (basta vermos o que acontece quando alguém se atreve a ter uma opinião diferente) mas não serão essas as mais importantes? As que fazem crescer?


publicado por Patrícia às 12:41 link do post
É uma questão interessante, tanto no papel de leitora, como no de escritora...
Como leitora, não poupo, embora seja cuidadosa na forma como opino, para que a crítica seja construtiva.
Como escritora...Não, ninguém gosta de opiniões negativas. Custa bastante lê-las, como é óbvio, não só porque escrever um livro é um trabalho árduo (bom, para mim é, talvez haja quem os escreva sem ele), mas também porque as más opiniões são golpes na auto-estima. Nem sempre se consegue mantê-la saudável. Diria mesmo que, para quem ainda luta por um lugar, é mesmo, mesmo difícil. No entanto, também não vejo vantagem em tapar o sol com a peneira e elogiar o que não merece elogio: prefiro, sem dúvida, uma crítica honesta, a partir da qual possa melhorar.
Há também outra questão.
Meia dúzia de críticas piores entre várias simpáticas são uma questão de "gregos e troianos", não se pode agradar a pessoas com gostos opostos, mas quando as más críticas se avolumam ou apontam sempre o(s) mesmo(s) defeito(s), então talvez seja melhor repensar a escrita...
Carla M. Soares a 3 de Novembro de 2015 às 22:10
O facto é que nunca se consegue agradar a todos. Toda a gente gosta de criticar e acho importante saber criticar. Dizer mal é fácil. Agora fazer uma critica de modo positivo, mesmo que a opinião seja negativa, é outra arte.
Draco a 8 de Novembro de 2015 às 06:34
Questão complicada. Já me aconteceu não gostar e dizer ao autor. Se custa para quem ouve também para quem diz, pelo menos a mim custa.
marcia a 15 de Novembro de 2015 às 19:10
Sim, custa. Bastante. Vá, para ser sincera às vezes não custa nada. Mas na maioria das vezes custa.
Patrícia a 16 de Novembro de 2015 às 13:09
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO