Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

Ajudar com livros - Princesa Tarita

O tema “ajudar com livros” tornou-se realidade nas últimassemanas. Como podem ver na página ali ao lado os livros para a Catarina são jámuitos. Aí podem encontrar 152 títulos e há ofertas que ainda não estão aí, masque estarão. Acredito que vamos chegar aos 200 livros. A solidariedadedesinteressada das leitoras deste e doutros blogs que divulgaram deixaram-meimpressionada e feliz.
Nas próximas semanas irei contactar toda a gente para quenos encontremos para recolher os livros. Resolvi deixar a recolha para umaaltura mais próxima da entrega aos “novos” donos pela mesma razão que divulgoos livros que foram oferecidos: transparência. Não quero que haja dúvidas sobrea utilização destas ofertas.
Neste momento estamos a pensar em como transformar esteslivros em dinheiro. Para os livros “adhoc” deverá ser feita uma rifa. Mas epara as séries de livros? Não me parece que faça muito sentido que o primeirovolume seja dado a uma pessoa e o segundo a outra. E como podem ver temos tidoofertas de séries completas. Qual será a melhor solução? “leiloar” as sériesinteiras? Fazer umas rifas só para as séries, em que os prémios sejam a sériecompleta? Se tiverem ideias digam-nos, ideias serão sempre bem vindas.
Estabeleço deste já o limite do final deste mês de Agostopara recebermos os livros que queiram oferecer. E mais uma vez vos agradeço.
Em Setembro haverá mais novidades, serão vendidas as rifas eleiloados os livros…
E não se esqueçam que O “ajudar com livros” é uma causa que tem comoobjetivo não só ajudar a Catarina mas também sensibilizar as pessoas para estesíndrome que não é muito conhecido, que não tem cura e que não há como prevernem como traçar uma relação para acontecer sendo por isso possível de acontecera qualquer família. Pior que isto é o diagnóstico tardio ou inexistente queexiste em Portugal. No caso da Tarita, a família teve que ir a Cuba para ter umdiagnóstico.**
 
** Este parágrafo foi retirado de um email que troquei com a tia da PrincesaTarita

2 comentários

Comentar post