Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ler por aí

Ler por aí

A Trança de Inês, de Rosa Lobato de Faria


 

 

Pedro escolheu a Paixão. Uma e outra vez. Foi Pedro, o Cru, no séc XIV, apaixonado por D.Inês de Castro a quem fez rainha. Foi Pedro, pintor, gestor ou simplesmente louco, no séc. XX enfeitiçado por Inês, da familia dos Castros. Foi Pedro, no inicio do sec. XXII, um ípsilon desde sempre enamorado de Inês, uma xix.

Três histórias de amor, que se entrelaçam, produto da mente louca de Pedro, que num hospício (no início do séc.XXI) nos conta a sua história. Uma e outra vez a história se repete, passado, presente e futuro, como uma roda que não pára de girar.

Baseada na lenda de Pedro e Inês, o "nosso" amor mais trágico, esta história conta-nos uma e outra vez  a tragédia das paixões proibidas, o poder do amor, a loucura nasce que de uma paixão sadicamente interrompida. Apesar de não nos trazer nada de novo é bastante interessante ler novamente estas histórias.

Uma chamada de atenção para o futuro. Rosa Lobato Faria apresenta-nos um séc XXII bastante interessante, mas onde o Homem continua igual a si próprio.

2 comentários

Comentar post