Ler por aí
 
13 de Junho de 2017

20_20_JR.jpg

 

Ontem fui a mais uma tertúlia da 20|20, onde o Ricardo Duarte conversa com escritores sobre livros e leituras. Já lá tinha ido no primeiro dia (e o convidado era o Pedro Vieira) e, tal como ontem, havia pouquíssima gente a assistir à conversa. Ganhámos nós, os poucos que ali estávamos, porque tínhamos bastante espaço e ainda conseguimos estar uns minutos à conversa com entrevistador e entrevistado. Perde quem não está. Ouvir o João Reis a falar do seu "A Avó e neve russa" foi muito divertido.

Tenho tanta pena de não conseguir ir mais vezes (mas vou ouvir todas as conversas assim que forem divulgadas as gravações) e garanto-vos que se a tertúlia fosse às 19h e não às 21h estava lá todos os dias. Assim, fui duas vezes, espero ir pelo menos mais uma e vou ficar à espera que para o ano a editora aposte novamente neste formato. 

O desinteresse dos leitores portugueses pelos nossos escritores é gritante na feira e sinceramente isso entristece-me e preocupa-me, porque eu acho que se escreve muito bem por cá e porque gosto mesmo muito de ler em Português.

 

E já, agora, para quem possa pensar que o post me foi encomendado ou que recebo livros do grupo editorial em questão, como é costume por aí, esqueça. Eu ou este blog não tem qualquer género de ligação com qualquer editora (excepto que eu lhes compro livros).

publicado por Patrícia às 14:12 link do post
Estive no primeiro dia. Ouvi um pouco e gostei. Se estivesse mais perto ia todos os dias. Também gostaria de ir hoje para ouvir a Maria Teresa Horta nas noites de poesia da Praça Leya.
Cláudia Oliveira a 13 de Junho de 2017 às 15:36
Estiveste? E não disseste nada? Oh...
Hoje tb não consigo ir.
Fiz-te sinal, mas estavas muito atenta. Não ia interromper.
Pois que não vi não. Que pena. Sorry...
Patrícia a 13 de Junho de 2017 às 17:16
Olha que pelas diversas fotos que vi de várias tertúlias, a afluência nunca foi grande. Eu adorava assistir a algumas, e por morar longe não posso.
Espero que a editora volte a apostar no próximo ano no mesmo formato e que não desista por causa de uma maioria que não quer saber dos nossos autores.
Elisa Santos a 13 de Junho de 2017 às 18:53
Acho que a afluência nunca foi grande mesmo. Ontem, por acaso, a assistência estava composta.
Eu sou um bocado parcial com esta tertúlia porque sou amiga do Ricardo desde que comecei a ir às tertúlias onde ele era moderador mas acho mesmo que ele consegue pôr os escritores à vontade e as "conversas" fica super interessantes. Tenho sempre vontade de comprar os livros todos de que eles falam.
Eu só consegui ir a 3 das tertúlias mas assim que o podcast for lançado espero ouvir todas.
Patrícia a 16 de Junho de 2017 às 10:44
Tentei ir para ver algumas tertúlias, mas não consegui. O horário não me é muito conveniente.
Para mim este tipo de iniciativas são do melhor que a Feira tem :)
Sim, o horário não é dos melhores para mim também. Aliás, por isso só consegui ir a 3. Quem sabe para o ano o horário é melhor para nós? (não faço ideia se vai ser um "evento" permanente ou não, mas espero que sim).
Patrícia a 16 de Junho de 2017 às 10:46
Eu pessoalmente só posso apoiar os autores portugueses comprando-os e lendo-os quando me parecem interessantes, e aconselhando-os a quem gosta de ler. Com o tempo tão contado mais o transporte para voltar a casa, opto por lê-los em vez de ouvi-los. E por falar em ouvir, adorei o Joel Neto na BdB, tenho mesmo de lê-lo!
Mas este ano, a colheita na Feira não foi má: H.G. Cancela, Peixoto, Marmelo e a Gramática do Medo.
Paula
Paula a 20 de Junho de 2017 às 11:47
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO