Ler por aí
 
31 de Agosto de 2011

Vou passar este à frente, ok? É que não faço a mais pequena ideia em que livro devo ir procurar aquele que é o melhor diálogo. Se um dia o encontrar venho cá editar o post (ou então não).
Há imensas vezes em que estou a ler um livro e acho algumas passagens brutais, chego até a sublinhá-las se tiver um lápis por ali, até penso que devia escrever aquilo em qualquer lado para não me esquecer, mas depois viro a página e nunca mais me lembro de lá voltar!

** Não passei estes dias "à frente" simplesmente porque o desafio não foi construido por mim e achei que não o devia fazer.
publicado por Patrícia às 10:22 link do post
30 de Agosto de 2011

Ui, Harry Potter, Sevenwaters…
publicado por Patrícia às 00:30 link do post
29 de Agosto de 2011

“A história da gaivota e do gato que a ensinou a voar”, do Luís Sepúlveda


*** esqueci-me do dia 17 (é o que dá agendar posts), como muito bem me chamou a atenção o rafeiro perfumado (haja quem efectivamente tem atenção a isto) pelo que hoje há dose dupla de 45 Days Book Challenge  (que vão passar a ser 44)
publicado por Patrícia às 11:58 link do post
29 de Agosto de 2011

Não escreveria. O prazer de ler não se coaduna com a possibilidade de estragar uma série de que gosto. Não “escrevo” o suficiente para escrever um livro nem tenho talento para tal pelo que nem consigo responder a esta pergunta
publicado por Patrícia às 00:30 link do post
27 de Agosto de 2011

“O arquipélago da insónia” do Lobo Antunes. Tão perturbante que não percebo peva, não o acabei de ler e só não o inclui na resposta do dia 11 porque ainda não desisti completamente. Mas não ser capaz de ler aquilo perturbou-me.
publicado por Patrícia às 00:30 link do post
26 de Agosto de 2011

Já dei boas gargalhadas com alguns livros. Ultimamente aconteceu-me com o “O filósofo e o Lobo” de Mark Rowlands mas o livro não pode ser considerado hilariante. Brilhante, sim, mas hilariante não.

Mas não consigo classificar nenhum livro como hilariante (nem nos filmes sou muito fã de comédias)

publicado por Patrícia às 00:30 link do post
25 de Agosto de 2011

Mais um “tema” complicado. Comovi-me com passagens de muitos livros. Assim de repente lembro-me do livro “As cinzas de Ângela” de Frank McCourt. Por ser um livro verídico e com uma história de fazer gelar a alma é daqueles que me levou às lágrimas.
publicado por Patrícia às 11:27 link do post
24 de Agosto de 2011

Apesar de ter gostado imenso  da trilogia de Sevenwaters acho que a sequela desta trilogia não devia ter sido impressa. Até li “o filho de Sevenwaters” mas deixou-me um bocado desiludida.
publicado por Patrícia às 10:00 link do post
23 de Agosto de 2011

A colecção de Colleen McCullough sobre o impérios Romano, “O primeiro homem de Roma”.


… para além de ser o “livro mais longo que li” é a minha saga favorita.

publicado por Patrícia às 10:30 link do post
22 de Agosto de 2011



Sinopse
Em 2010, o jornalista Tiago Carrasco e dois amigos, o fotógrafo João Henriques e o cameraman João Fontes, decidiram largar os seus empregos mal pagos e concretizar um velho sonho: atravessar o continente africano de automóvel. O pretexto que arranjaram foi o Mundial de Futebol, que se realizava em África pela primeira vez, mas a viagem seria muito mais do que um longo passeio destinado a celebrar o desporto mais popular do mundo - seria, sim, o maior desafio da vida destes três homens.


Este é o relato das emoções e das peripécias que Tiago Carrasco e os seus companheiros de estrada viveram ao longo desses 150 dias alucinantes, passados no deserto e na selva, em aldeias perdidas e nos bairros das lata de grandes cidades, em lugares vergados à pobreza e à violência e noutros onde a esperança subsiste apenas por milagre. Até Lá Abaixo descreve-nos esta epopeia de 30 mil quilómetros, de Marrocos à África do Sul, passando por 21 países, que é também uma viagem interior aos nossos medos e à nossa capacidade de superar as maiores contrariedades. Uma lição de sobrevivência. E uma aventura inesquecível.
Acabei. E gostei imenso. Este livro fala de uma viagem de Lisboa até à Africa do Sul. Tiago Carrasco, na primeira pessoa, conta-nos algumas peripécias vividas por ele e por dois amigos nesta viagem, algo louca, algo ingénua e sem dúvida muito interessante.
"Lembrei-me das palavras de uma colega de trabalho, antes de partirmos. Disse-me que uma viagem como esta não podia ser feita com tanta inocência. Quando lhe respondi que a inocência podia ser um trunfo, ela rira-se."
Como convencer alguém a ler este livro? Não sei bem. Simplesmente sei que o vou oferecer a algumas pessoas, o vou emprestar a outras e não me esquecer de o recomendar a outras tantas. Para quem gosta de África, para quem gosta de viagens, para quem gosta de aventuras, para quem gosta de ler, este é um bom livro. É um testemunho divertido, real, emocionado.
publicado por Patrícia às 21:11 link do post
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
subscrever feeds
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cosmere

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO