Ler por aí
 
18 de Fevereiro de 2008




Acabei de ler um livro fantástico, o "Sangue dos Inocentes", de Júlia Navarro. 

Um livro em 3 actos.

Primeiro, em pleno século XIII, um monje, escriba da inquisição, escreve uma crónica sobre o cerco a Montségur, cidade habitada pelos Cátaros.

"Sou espião e tenho medo. Tenho medo de Deus porque em seu nome fiz coisas terríveis..."

O horror da inquisição, a luta interna de um monge, as lutas entre cristãos e Cátaros.

Em 1939, um historiador especialista no período Catáro vai autenticar a crónica de Frei Julián, trabalho que o acompanha na perigosa viagem pela Alemanha Nazi em busca da mulher, judia.

Para salvar o filho envia-o para um Kibutz em Israel, onde ele (David) cresce como judeu, até ter que optar entre a amizade com um palestiniano e a defesa da sua religião e direito a um lugar naquela terra.
A luta entre Israel e a Palestina contada na história de dois amigos, um Judeu e um Palestiniano que têm que conciliar a sua amizade com a sua posição nas milícias.

Um jovem padre Jesuíta que, por um golpe de destino, vê a sua vida a ser marcada para sempre pela crónica de S. Julián e por um trabalho de espionagem.

Um jovem, filho de um conde francês, educado na admiração a Hitler e à filosofia nazi, chama a si a responsabilidade de vingança do “sangue dos inocentes” e de busca pelo tesouro dos Cátaros. É a obra da sua vida!

Nos nossos dias um ataque suicida em Frankfurt e as pistas encontradas forçam a uma investigação conjunta entre o Centro Antiterrorista da União Europeia e os serviços secretos do Vaticano....


Um livro de leitura compulsiva, actual e muito interessante. Aconselho a todos os que se interessam por romances históricos. Muito bom, mesmo. Uma escritora espanhola que me tem surpreendido, mas de quem já sou fã.

publicado por Patrícia às 17:04 link do post
pesquisar neste blog
 
email
ler.por.ai@sapo.pt
subscrever feeds
mais sobre mim
tags

2017

adam johnson

afonso cruz

afonso reis cabral

agatha christie

alexandre o'neill

alguém quer este livro?

amin maalouf

ana cristina silva

ana margarida de carvalho

ana saragoça

ana teresa pereira

anna soler-pont

anne bishop

anne holt

antonio garrido

antónio lobo antunes

as paixões antigas

biblioteca de bolso

brandon sanderson

carla m. soares

carlos campaniço

carlos ruiz zafón

chimamanda ngozi adichie

colleen mccullough

conversas (sur)reais

cristina drios

curtas

dan brown

danuta wojciechowska

david soares

diário de leitura

direitos dos leitores

dulce maria cardoso

elena ferrante

filipe melo

frank mccourt

george r.r martin

gonçalo m. tavares

greg mortenson

haruki murakami

helena vasconcelos

ildefonso falcones

inês pedrosa

isabel allende

jo nesbø

joão tordo

jodi picoult

josé eduardo agualusa

josé luís peixoto

josé rodrigues dos santos

josé saramago

juan cavia

julia navarro

juliet marillier

ken follet

l.c. lavado

ler em português

leya em grupo

lídia jorge

livros

luís miguel rocha

mai jia

maria manuel viana

mário zambujal

marion zimmer bradley

meg wolitzer

mitos e outros temas livrescos

mónica faria de carvalho

natal

nuno nepomuceno

opinião

os meus amigos também gostam de ler

patrícia müller

patrícia reis

paulo m. morais

podcast

richard zimler

robert wilson

robin sloan

roda dos livros

rosa lobato faria

rui cardoso martins

rui zink

sandra carvalho

sonhos

stephenie meyer

stieg larsson

stormlight archives

tarita

the way of kings

tiago carrasco

trudi canavan

ursula k. le guin

valter hugo mãe

vasco ribeiro

victoria hislop

words of radiance

youtube

zoran živković

todas as tags

blogs SAPO